Fundada em 2005, a Dynatrace é uma empresa norte-americana líder mundial em Gerenciamento de Performance Digital.

A companhia viabiliza que seus clientes ofereçam boas experiências virtuais para atrair seus usuários, o que gera ampliação em suas receitas e maior fidelidade à marca. Por meio de uma plataforma inovadora, a organização torna visíveis informações em tempo real, ajudando as companhias a enxergarem suas aplicações e canais digitais pela perspectiva dos usuários finais.

Em 2011, a empresa foi comprada pela Compuware, fornecedora de tecnologia para Gestão de Performance de Aplicações há mais de 40 anos. Como resultado, a Dynatrace virou uma linha de negócios focada em APM dentro da tradicional corporação de Tecnologia da Informação. Em 2014, a Compuware foi comprada pelo fundo de capital privado Thoma Bravo. Com a transação, ocorreu a separação das marcas Dynatrace e Compuware (Mainframe).

A Dynatrace assumiu os negócios de APM e herdou muitos clientes antigos da Compuware ao redor do mundo que foram somados às empresas já atendidas pela companhia e por outras aquisições posteriores como a Keynote e a Ruxit.  

Hoje, com mais de 2.000 colaboradores e aproximadamente 8.000 clientes espalhados por diversos países, incluindo grandes organizações globais, bancos e varejistas on-line, a Dynatrace é reconhecida como líder em APM no Quadrante Mágico do Gartner por seis anos consecutivos.

Seus produtos, como Application Monitoring, User Experience Management, Synthetic Monitoring e Network e Data Center Monitoring, permitem que as organizações gerenciem aplicações modernas como mobilidade, Cloud, Big Data e SOA (Service-Oriented Architecture), transformando complexidade em performance de sucesso.

O trabalho de monitoramento de desempenho realizado pela Dynatrace vem mostrando que a maioria das aplicações, entre elas plataformas de e-commerce, ainda sofre problemas significativos de instabilidade em períodos com grande volume de acessos, afetando diretamente o resultado das vendas e solicitações. Falhas nos sistemas ou até mesmo o atraso em alguns segundos na aplicação on-line são suficientes para fazer o consumidor final migrar para o concorrente, um dos gargalos em que a Dynatrace está fortemente comprometida em evitar.

Com receita de US$ 376,6 milhões em 2015 – um incremento de quase 50 milhões se comparado a 2014, a Dynatrace tem 13,9% de participação no setor de APM, o maior market share do segmento.

Dentre seus casos de uso, destacam-se: 

  • Experiência do Usuário | Gestão de SLAs | DevOps | Help Desk
  • Solução de Problemas de Performance | Análise de Negócio em Tempo Real

Sua forte presença também foi comprovada na pesquisa Internet Retailer’s 2016 Top 500 Guide, organizada pela principal revista sobre comércio eletrônico nos Estados Unidos. O levantamento apontou que nove entre os dez maiores varejistas on-line confiam na Dynatrace para manter suas aplicações móveis e de Internet funcionando normalmente. Entre os clientes estão alguns dos sites de e-commerce mais conhecidos do mundo, como Amazon, Walmart, Dell e Macy’s e Natura, no Brasil.

Totalmente digital, a Dynatrace oferece no Brasil soluções inovadoras e alinhadas às tendências do mercado, o que abrange uma ampla variedade de casos de uso, como experiência do usuário, gestão de SLAs, solução de problemas de performance, DevOps, análise de negócio em tempo real, help desk, entre outros.

09 entre os 10 maiores varejistas on-line confiam na Dynatrace para manter suas aplicações móveis e de Internet funcionando normalmente. Entre os clientes estão alguns dos sites de e-commerce mais conhecidos do mundo, como Amazon, Walmart, Dell e Macy’s e Natura, no Brasil.

Precisando gerenciar a complexibilidade da sua empresa na nuvem? Fácil. Dynatrace.
[Ariel Molina, Diretor de Engenharia de Software e Arquitetura Empresarial na Carnival Cruise Line.]